Conteúdo Programático

Treinamento de Brigada de Incêndio

Conteúdo Programático Treinamento de Brigada de Incêndio

Normas que regulamentam o Conteúdo Programático Treinamento de Brigada de Incêndio:

  • NR 23 Proteção Contra Incêndios (nível nacional)
  • IT 17 Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros de SP.
  • ANBT NBR 14276 - Brigada de Incêndio
  • Instruções Técnicas Locais

NR 23 - Proteção Contra Incêndios

23.1 Todos os empregadores devem adotar medidas de prevenção de incêndios, em conformidade com a legislação estadual e as normas técnicas aplicáveis.

23.1.1 O empregador deve providenciar para todos os trabalhadores informações sobre:

a) utilização dos equipamentos de combate ao incêndio;
b) procedimentos para evacuação dos locais de trabalho com segurança;
c) dispositivos de alarme existentes.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA - POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

Corpo de Bombeiros  - INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 17/2018

Brigada de incêndio - Parte 1 – Brigada de incêndio

Conteúdo Programático Treinamento de Brigada de Incêndio

IT 17 CORPO DE BOMBEIROS

Podemos lhe oferecer o melhor Treinamento de Brigada de Incêndio de Jundiaí e região com excelente estrutura, professores extremamente capacitados, ótima localização (veja aqui a localização) e preço competitivo.

Pronto para saber mais?

Envie-nos um e-mail ou entre em contato conosco! Estamos ansiosos para lhe atender. 

Venha conhecer o Centro de Treinamento para Treinamento de Brigada de Incêndio em Jundiaí e nossos simuladores 🙂

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCÊNDIO CONFORME IT 17/2018

Anexo B
Formação da brigada de incêndio
OBJETIVO: Proporcionar aos alunos conhecimentos para atuar na prevenção e no combate ao princípio de incêndio, abandono de área e primeiros socorros.

Tabela B.1 - Conteúdo programático

Módulo

Assunto

Objetivos

parte teórica

Objetivos parte prática

01 IntroduçãoObjetivos do curso e o brigadistaConhecer os objetivos gerais do curso e comportamento do brigadista 
02 Aspectos LegaisResponsabilidade do brigadistaConhecer os aspectos legais relaacionados a responsabilidade do brigadista 
03 Teoria do fogoCombustão, seus elementos e a reação em cadeiaConhecer a combustão, seus elementos, funções, temperaturas do fogo (por exemplo: ponto de fulgor, ignição e combustão) e a reação em cadeia 
04 Propagação do fogoCondução, con- vecção e irradia- çãoConhecer as formas de propagação do fogo 
05 Classes de incêndioClassificação e característicasIdentificar as classes de incêndioReconhecer as classes de incêndio
06 Prevenção de incêndioTécnicas de prevençãoConhecer as técnicas de prevenção para avaliação dos riscos em potencial 
07 Métodos de extinçãoIsolamento, abafamento, resfriamento e extinção químicaConhecer os métodos e suas aplicaçõesAplicar os métodos
08 Agentes extintoresÁgua, Pós, CO2, espumas e outrosConhecer os agentes, suas características e aplicaçõesAplicar os agentes
09 EPI (equipamentos de proteção individual)EPIConhecer os EPI necessários para proteção da cabeça, dos olhos, do tronco, dos membros superiores e inferiores e do corpo todoUtilizar os EPI corretamente
10 Equipamentos de combate a incêndioExtintores e acessóriosConhecer os equipamentos suas aplicações, manuseio e inspeçõesOperar os equipamentos
11 Equipamentos de combate a incêndioHidrantes, mangueiras e acessóriosConhecer os equipamentos suas aplicações, manuseio e inspeçõesOperar os equipamentos
12 Equipamentos de detecção, alarme, luz de emergência e comunicaçõesTipos e funcionamentoConhecer os meios mais comuns de sistemas e manuseioIdentificar as formas de acionamento e desativação dos equipamentos
13 Abandono de áreaConceitosConhecer as técnicas de abandono de área, saída organizada, pontos de encontro e chamada e controle de pânico 
14 Pessoas com mobilidade reduzidaConceitosDescrever as técnicas de abordagem, cuidados e condução de acordo com o plano
de emergência da edificação
 
15 Avaliação inicialAvaliação do cenário, mecanismo de lesão e número de
vítimas
Conhecer os riscos iminentes, os mecanismos de lesão, número de vítimas e o exame físico destasAvaliar e reconhecer os riscos iminentes, os mecanismos de lesão, o número de vítimas e o exame físico destas
16 Vias aéreasCausas de obstrução e liberaçãoConhecer os sinais e sintomas de obstruções em adultos, crianças e bebês conscientes e inconscientesDescrever os sinais e sintomas de obstruções em adultos, crianças e bebês conscientes e inconscientes e promover a desobstrução
17 RCP (reanimação cardiopulmonar)Ventilação artificial e compressão cardíaca
externa
Conhecer as técnicas de RCP para adultos, crianças e bebêsPraticar as técnicas de RCP
18 HemorragiasClassificação e tratamentoDescrever as técnicas de hemostasiaAplicar as técnicas de contenção de hemorragias
19 Riscos específicos da edificaçãoConhecimentoDiscutir os riscos específicos e o plano de emergência contra incêndio da edificação 
20 Psicologia em emergênciasConceitosConhecer a reação das pessoas em situações de emergência 
21 Sistema de controle de incidentesConceitos e procedimentosConhecer os conceitos e procedimentos relacionados ao sistema de controle de incidentes 
22 Emergências químicas e tecnológicasConceitos e procedimentosConhecer as normas e procedimentos relacionados às emergências químicas e tecnológicasAplicar as técnicas para emergências químicas e tecnológicas

Tabela B.2
Módulo e carga horária mínima por nível do treinamento

Nível do

treinamento

Módulo

Carga horária mínima (horas)

BásicoParte teórica de combate a incêndio: 01 a 14
Parte prática de combate a incêndio: 5, 7, 8, 9, 10, 11 e 12
Parte teórica e prática de primeiros socorros: 15, 16, 17 e 18 (somente grandes hemorragias)
Teórica de combate a incêndio: 1 Prática de combate a incêndio: 2
Teórica e prática de primeiros socorros: 1
Intermediá- rioParte teórica de combate a incêndio: 01 a 14, 19 e 20.
Parte teórica de primeiros socorros: 15, 16, 17 e 18 (somente grandes hemorragias).
Parte prática de combate a incêndio: 5, 7, 8, 9, 10, 11 e 12.
Parte prática de primeiros socorros: 15, 16, 17 e 18 (somente grandes he-
morragias).
Teórica de combate a incêndio: 2 Prática de combate a incêndio: 3
Teórica e prática de primeiros socorros: 3
AvançadoParte teórica de combate a incêndio: 01 a 14, 19, 20 e 21.
Parte teórica de primeiros socorros: 15, 16, 17 e 18.
Parte prática de combate a incêndio: 5, 7, 8, 9, 10, 11 e 12.
Parte prática de primeiros socorros: 15, 16, 17 e 18.
Teórica de combate a incêndio: 6 Prática de combate a incêndio: 8 Teórica de primeiros socorros: 4 Prática de primeiros socorros: 6
NOTAS:
1. Os módulos podem ser realizados separadamente desde que não haja prejuízo na continuidade do aprendizado e da sequência lógica do conteúdo programático.
2. O responsável pelo treinamento da brigada deve adequar os conteúdos dos módulos à carga horária aplicável para cada nível de treinamento.
3. Os módulos para treinamento de brigada de incêndio, previstos na Tabela B.3, são recomendações e podem ser aplicados aos brigadistas como complemento da parte de combate a incêndio e da parte de primeiros socorros.
4. Para edificações do grupo A-2, a parte teórica, poderá ser transmitido por meio de Ensino a Distância (EAD), oferecido pelo Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado e São Paulo na Rede Mundial de Computadores. E a parte prática deverá ser realizada conforme
Tabela B.2.

Conteúdo complementar para treinamento de brigada (recomendação)

Módulo

Assunto

Objetivos

parte teórica

Objetivos

parte prática

01 DEADesfibrilação semiautomática externaConhecer equipamentos semiautomáticos para desfibrilação externa precoceUtilizar equipamentos semiautomáticos para desfibrilação externa precoce
02 Estado de choqueClassificação prevenção e tratamentoConhecer os sinais, sintomas e técnicas de prevenção e tratamentoAplicar as técnicas de pre- venção e tratamento do estado de choque
03 FraturasClassificação e tratamentoConhecer as fraturas abertas e fechadas e técnicas de imobilizaçõesAplicar as técnicas de imobilizações
04 FerimentosClassificação e tratamentoIdentificar os tipos de ferimentos localizadosAplicar os cuidados específicos em ferimentos
05 QueimadurasClassificação e tratamentoConhecer os tipos (térmicas, químicas e elétricas) e os graus (primeiro, segundo e terceiro)
das queimaduras
Aplicar as técnicas e procedimentos de socorro de queimaduras
06 Emergências clínicasReconhecimento e tratamentoConhecer síncope, convulsões, AVC (acidente vascular cere- bral), dispneias, crises hiper e hipotensiva, IAM (infarto agu- do do miocárdio), diabetes e
hipoglicemia
Aplicar as técnicas de atendimento
07 Movimentação, remoção e transporte de vítimasAvaliação e técnicasConhecer as técnicas de transporte de vítimas clínicas e traumáticas com suspeita de lesão na coluna vertebralAplicar as técnicas de movimentação, remoção e transporte de vítima
08 Ferramentas de salvamentoCorte, arrombamento, remoção e iluminaçãoConhecer as ferramentas de salvamentoUtilizar as ferramentas de salvamento
09 Proteção respiratóriaConceitos e procedimentosConhecer os procedimentos para utilização dos equipamentos autônomos de proteção respiratóriaUtilizar os EPRs
10 Resgate de vítimas em espaços confinadosAvaliação e técnicasConhecer as normas e procedimentos para resgate de vítimas em espaços confinadosAplicar as técnicas e os equi- pamentos para resgate de vítimas em espaços confinados
11 Resgate de vítimas em alturaAvaliação e técnicasConhecer as técnicas para resgate de vítimas em alturaAplicar as técnicas e utilizar os equipamentos para resgate de vítimas em altura

Tabela D.1 - Etapas para implantação da brigada de incêndio

 

O que

Como

Quem

01Designar o responsável pela brigada de incêndio da edificaçãoDesignando por escrito
Se o responsável pela ocupação da edificação não designar alguém, ele será automaticamente o responsável pela brigada de incêndio da edificação.
Responsável pela ocupação da edificação
02Estabelecer a composição da brigada de incêndio- estabelecendo a população fixa por turno e por tipo de divisão de ocupação;
- estabelecendo o grau de risco de cada tipo de divisão de ocupação da edificação;
- definindo o número de brigadistas por tipo de divisão de ocupação da edificação, usando o anexo A;
Responsável pela brigada de incêndio da edificação
03Estabelecer o orga- nograma da brigada de incêndio- atendendo aos critérios de 5.3.2Responsável pela brigada de incêndio da edificação
04Selecionar os candidatos a brigadista- atendendo aos critérios de 5.2Responsável pela brigada de incêndio da edificação
05Definir o nível de treinamento da brigada.- usando o anexo AResponsável pela brigada de incêndio da edificação
06Treinar a brigada na
parte teórica e prática de incêndio
- atendendo ao conteúdo programático do anexo BProfissional habilitado
07Treinar a brigada na
parte teórica e prática de primeiros socorros
- atendendo ao conteúdo programático do anexo BProfissional habilitado
08Divulgar e Identificar
a brigada de incêndio
- atendendo a 5.8.1Responsável pela brigada de incêndio da edificação
09Disponibilizar EPI e sistema de comuni- cação para os briga-
distas
- atendendo a 5.4.8 e 5.8.2Responsável pela brigada de incêndio da edificação
10Cumprir as atribui- ções e os procedi- mentos básicos e
complementares de incêndio
- atendendo à IT 17 e ao Plano de Emergência.Brigadistas
11Realizar reuniões ordinárias,  reuniões extraordinárias e
exercícios simulados
- atendendo ao Plano de Emergência.Brigada de incêndio
12Garantir a reciclagem do treinamento da
brigada de incêndio
- atendendo a 5.4.2.2.Responsável pela brigada de incêndio da edificação
13Monitorar e analisar criticamente o funcionamento da brigada
de incêndio
- atendendo à IT 17 e ao Plano de Emergência.Responsável pela brigada de incêndio da edificação

Venha conhecer o Centro de Treinamento de Combate a Incêndio em Jundiaí e nossos simuladores 🙂